Curso de Mediação e Conciliação - judicial e extrajudicial

 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: 

 

  • Políticas Públicas de Resolução Adequada de Disputas (RAD).  

  • Métodos consensuais de solução de conflitos e Cultura de paz.   

  • Teoria do Conflito. Teoria dos jogos.   

  • Fundamentos da negociação.   

  • Comunicação facilitadora e habilidades sociais. 

  • Comunicação não verbal. Comunicação Não-Violenta.  

  • Mediação, Conciliação, Arbitragem. Institucionalidade e prática da mediação no Brasil.   

  • A sessão de mediação. Os agentes e seus papéis.   

  • Técnicas e ferramentas de mediação. 

  • Competências e habilidades autocompositivas.   

  • Ética na mediação e conciliação de conflitos.  

  • Técnicas para redação do acordo.    

  • Introdução à Justiça Restaurativa.  

  • Mediação familiar e Direito de família. Oficina de Pais e Filhos.  

  • Mediação escolar, comunitária, condominial, empresarial.    

  • Simulações em sala de aula para aplicação de conceitos teóricos discutidos. 

 

CARGA HORÁRIA: 

Etapa teórica:   

- Módulo teórico I (40h) + Módulo teórico II (16h) + Atividades extraclasse (14h) = 70 horas 

 

Etapa prática:  

- Estágio supervisionado (60h em casos reais) + Reuniões de supervisão (18h) e atividades teórico-reflexivas (12h) = 90 horas 

 

Carga horária total: 160 horas 

 

PREVISÃO DE INÍCIO DAS AULAS: 07/03/2020

(Sujeito à formação de turma)

 

DURAÇÃO TOTAL DO CURSO:

12 meses, incluindo módulos teóricos e estágio supervisionado.  

 

PERIODICIDADE DAS AULAS: 

Aos sábados, quinzenalmente, das 08h às 18h.

 

REQUISITOS PARA INSCRIÇÃO:   

Habilitação como Conciliador(a) Judicial: graduação em qualquer área há menos de 2 anos ou estar matriculado(a) no último ano de curso superior, em instituição pública ou privada, reconhecida pelo MEC.  
 

Habilitação como Mediador(a) Judicial: graduação em curso superior há mais de 2 anos, em qualquer área, em instituição pública ou privada, reconhecida pelo MEC.  

 

NÚMERO DE VAGAS: 24 alunos.  

 

DIFERENCIAIS DO CURSO OFERECIDO PELO INSTITUTO SÝNESIS:

 

  • Acompanhamento dos alunos na etapa do estágio, com  reuniões de supervisão presencial, acompanhamento de  atividades teórico-reflexivas sobre habilidades, técnicas e ferramentas, para aprimoramento das competências em mediação;

  • Módulo teórico complementar com 16 horas / aula, acompanhado de 4 horas com atividades extraclasse;

  • O Instituto Sýnesis recebeu o selo “Instituição Formadora Habilitada” pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e pela ENFAM, autorizado a formar conciliadores e mediadores que executam no Poder Judiciário ou em outros contextos. 

 

INVESTIMENTO:

 Taxa de inscrição : R $ 300,00  

+ 6 parcelas de R $ 750,00 

ou

Taxa de inscrição : R $ 300,00  

 + 8 parcelas de R $ 562,50

* Pagamento no cartão de crédito ou boleto bancário. 

 

PROCEDIMENTO PARA MATRÍCULA:

Compareça na sede do instituto de 2ª a 6ª feira, das 09h às 17h, munido de cópias simples dos seguintes documentos:

 

- Documentos pessoais (RG e CPF ou CNH)

- Comprovante de residência

- Diploma de graduação ou equivalente

- Declaração de matrícula no último ano de graduação (apenas para formação em conciliação)

- Pagamento de taxa de matrícula

 

A mediação judicial adquiriu grande relevância no âmbito do Poder Judiciário na última década, a partir de sua implementação pela Resolução 125/CNJ, depois com a Lei Nº 13.140, de 26 de junho de 2015 (Lei da Mediação), e a Lei nº 13.105, de 16 de março de 2015 (Novo Código de Processo Civil).  

 

Além do âmbito judicial, a mediação tem sido buscada em várias outras áreas (educação, empresarial, condominial, comunitária, entre outras) como ferramenta para diminuição de conflitos, resolução de disputas, bem como de promover o resgate, a manutenção e o fortalecimento de vínculos e relações humanas.  

 

Neste cenário, abre-se uma grande demanda por profissionais formados com qualidade e que atendam à complexidade e grande responsabilidade exigida pelo trabalho da mediação de conflitos.  

 

O corpo docente do curso é composto por instrutores de mediação habilitados pelo CNJ, mediadores judiciais e profissionais das áreas da psicologia, direito, assistência social e educação, todos com experiência em mediação e comprometidos com os valores da cultura de paz e dos meios consensuais de solução de conflitos.  

 

Para uma efetiva consolidação da mediação enquanto ferramenta de resolução adequada de conflitos faz-se necessário uma formação sólida dos mediadores e conciliadores, além de que haja treinamento e aperfeiçoamento constante destes profissionais.

 

A formação em mediação e conciliação (judicial e extrajudicial) enfrenta o desafio de promover o desenvolvimento de habilidades e competências interdisciplinares, preparando os profissionais para lidar com a grande complexidade das situações vivenciadas nos diferentes contextos em que esta área profissional se insere atualmente.  

 

Este curso tem como objetivo propiciar um ambiente de aprendizagem das teorias e das ferramentas que envolvem a mediação e a conciliação, bem como do desenvolvimento de habilidades práticas para atuação profissional, tanto no âmbito judicial como extrajudicial. Está pautado pela qualidade da formação e pela perspectiva interdisciplinar, que busca integrar conhecimentos e competências de diferentes áreas, observando as experiências já consolidadas e respeitando as diretrizes legais estabelecidas no país.  

 

Desta maneira, o Instituto Sýnesis busca formar profissionais que compreendam a relevância e a complexidade de sua atuação, com o devido compromisso ético e a competência exigida pelo trabalho, além de promover a formação continuada dos profissionais da mediação, conciliação e áreas afins.  

gallery/moldura redonda - dra marcia

CORPO DOCENTE:

gallery/moldura redonda - guilherme
gallery/moldura redonda - berenice
gallery/moldura redonda - ligia
gallery/moldura redonda - sueli
gallery/moldura redonda - arquimedes
gallery/moldura redonda - thais

Dra. Márcia Christina Teixeira Branco Mendonça

 

  • Juíza de Direito no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo;

  • Titular da Vara do Juizado Especial Cível da Comarca de Franca;

  • Graduação em Direito;

  • Coordenadora do Cejusc de Franca;

  • Professora Assistente do Curso de Especialização em Direito Processual Civil – Núcleos Regionais da Escola Paulista da Magistratura (EPM) – período de agosto de 2016 a outubro de 2017;

  • Professora Assistente da Escola Paulista da Magistratura no Curso de Pós-Graduação Stricto Senso em Direito Processual Civil realizado na Comarca de Franca – período de março de 2017 a outubro de 2018.

Berenice Bolzani

 

  • Psicóloga, docente no curso de graduação em Psicologia da Universidade de Franca (UNIFRAN);
  • Mediadora Judicial, Instrutora de Mediação Judicial pelo CNJ;
  • Especialista em Psicologia Jurídica;
  • Servidora Pública do TJ-SP no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania – CEJUSC de Franca/SP;
  • Supervisiona estágios em Psicologia Social, Psicologia Jurídica e Mediação Judicial.

Guilherme Bertipaglia Leite da Silva

 

  • Advogado;

  • Mediador, Professor em mediação e negociação de conflitos;

  • Instrutor em Mediação e Formador de Instrutores em Mediação Judicial pelo CNJ;

  • Especialista em Métodos Alternativos de Solução de Conflitos pela Escola Paulista da Magistratura;

  • Especialista em Docência no Ensino Superior;

  • Mediador com atuação nacional no âmbito extrajudicial e judicial no TJSP, TJAP e TRF3.

Lígia Gonçalves Dias Pedrosa

 

  • Assistente Social;

  • Pedagoga;

  • Mediadora judicial e Instrutora de Mediação Judicial pelo CNJ;

  • Aperfeiçoamento em Mediação Familiar pela Escola Paulista de Magistratura (EPM); 

  • Perita Social no Fórum de Patrocínio Paulista;

  • Experiência na área de Serviço Social, com ênfase em Serviço Social;

 

 

Sueli Rodrigues Burgarelli

 

  • Psicóloga;
  • Mestre em Psicologia pela UFMG, com formação voltada para atividades de pesquisa, docência de nível superior e extensão universitária;
  • Professora Auxiliar do Curso de Psicologia;
  • Tutora do Curso Fundamentos da Mediação Comunitária (ENAM);
  • Mediadora, atendimento em mediação de conflitos e orientação sócio jurídica para efetivação de direitos;
  • Experiência em supervisão de equipes interdisciplinares e acompanhamento de equipes de mediação comunitária.

Thaís Silva Cintra

 

  • Psicóloga;

  • Formação teórica em mediação pelo Instituto ConversAções;

  • Mestre em Psicologia pela Universidade de São Paulo;

  • Experiência docente e supervisora de estágio no curso de graduação em Psicologia da UNIFRAN;

  • Psicodramatista;

  • Psicoterapeuta;

  • Sócia fundadora e supervisora do Canteiro: Centro de Psicologia, Estudos e Coletividades.

 

 

Arquimedes Fuga Vaismenos

 

  • Educador, professor de história;
  • Mediador e Conciliador judicial de conflitos;
  • Experiência docente em cursos de formação de mediadores/conciliadores;
  • Auxiliar docente em curso de Pós Graduação em Arteterapia;
  • Experiência profissinoal como auxiliar administrativo no CEJUSC da Comarca de Franca/SP;
  • Experiência como formador de grupos em Economia Popular Solidária pela ITCP-UFV.

E professores convidados.